O equador e a Colômbia vai encontrar no dia 24 de março, para discutir a situação na fronteira | Comércio

Foto: Francisco Espinoza para EL COMERCIO

O anúncio foi feito pelo ministro da Defesa, Patricio Zambrano. Sábado, 24 de março de 2018, “é esperado para o atender em Tulcán ou Ipiales”. O evento contará com a presença do vice-ministros do equador e da colômbia Defesa, do Interior e para a Chancelaria.

As autoridades vão analisar os recentes desenvolvimentos na área de fronteira que une ambas as nações.O ministro Zambrano, esclareceu que o Estado equatoriano “está presente em todas as áreas de fronteira e em todas as províncias do país.” Tanto as Forças Armadas (FF.AA.) como a Polícia Nacional “oferecem a segurança que o público merece.”Por esta razão, ele exigiu que a Colômbia, co-responsabilidade no cuidado da área de fronteira, então ele perguntou: “que o Estado colombiano é o presente e que as suas Forças Armadas”, para patrulhar o site que corresponde a ele.Ele garantiu que “nossos soldados estão preparados para defender a segurança dos nossos compatriotas. Sua preparação serve para garantir que a segurança. Sem dúvida, não podemos deixar penal forças de tomar sobre o nosso território.” Por isso, disse ele, “quando você tem que fazer uso da força progressista eles vão fazer isso.”Zambrano, anunciou para esta quinta-feira temos planejado para ter uma reunião , para passar “uma revisão das decisões tomadas” e avisar se estão cumprindo.

“Esperamos que esta revista vai nos permitir relatório de que tinham melhorado as condições de vida de quem habita no setor”, disse ele.Por outro lado, salientou que este é um momento “em que todos devemos estar unidos”, a fim de implementar uma reação como um todo.Finalmente, ele explicou que o profissionalismo e a capacidade de FF.AA. e da Polícia Nacional, levaram à captura de 14 pessoas, a apreensão de precursores químicos e apreensão de drogas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *