Merkel, que denuncia a ‘caça’ de imigrantes de extrema-direita | Comércio

Merkel denuncia la ‘caza’ de migrantes de la extrema derecha

LEIA TAMBÉM

LEIA TAMBÉM

A chanceler alemã , Angela Merkel, denunciou nesta segunda-feira, 27 de agosto de 2018, a “caça coletiva” de migrantes cometidos por militantes de extrema direita na Alemanha após a morte de um homem durante uma briga, o que intensificou o debate sobre a questão da migração.

Estes fatos não se encaixam em um estado de direito”, disse o porta-voz da chanceler alemão, Steffen Seibert, durante uma conferência de imprensa em Berlim. “É importante para o governo, para todos os representantes democráticos e eu acho que para a grande maioria da população dizer claramente que estes tumultos e caça ilegal coletiva contra pessoas na aparência ou origem estrangeira (…) não têm lugar em nosso país”, disse Seibert. O porta-voz de Merkel, fez referência ao incidente que ocorreu no domingo na cidade de Chemnitz, na Alemanha de leste, e que poderia ocorrer novamente este 27 de agosto para a noite.

Em seguida, alguns milhares de pessoas participaram de uma manifestação ilegal de extrema-direita, após a morte de um alemão de 35 anos de idade durante uma briga envolvendo dez pessoas nesta cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *