pedagogo

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o trabalho do pedagogo pode ultrapassar a sala de aula. Por esse motivo, há muitas opções de vagas no mercado de trabalho para quem concluiu a graduação em pedagogia. Há uma crença de que os estudantes de faculdade de pedagogia só poderão dar aulas nos anos iniciais da escola. Essa é realmente uma das opções desses profissionais, mas eles podem também trabalhar em hospitais, no mercado da produção de brinquedos, em colégios como educadores profissionais e tantos outros.

Isso torna a faculdade de pedagogia cada vez mais visada e a profissão de pedagogo ganha destaque em todo o Brasil. O trabalho desse profissional vem ganhando destaque e importância, então se você gosta de ensinar, tem um bom trato com crianças e adolescentes, a graduação em pedagogia pode ser uma ótima opção.

Falamos anteriormente que os pedagogos podem trabalhar em hospitais, por exemplo. Nessa área, o profissional auxilia o paciente infantil que esteja há um tempo considerável no hospital, e por isso, não possa estar presente nas salas de aulas. O papel do pedagogo é ensinar esses estudantes, motivando o aprendizado, para que, assim que ele estiver curado, possa voltar para o ambiente escolar, sem estar atrasado em relação as crianças da sua idade. Esse é um trabalho recompensador!

Mas, se o seu foco é a escola também há muitas opções. Os formados em faculdade de pedagogia podem dar aulas nos anos iniciais, da 1ª a 5ª série do Ensino Fundamental. Nesse período, há apenas um professor ou professora responsável pelo currículo de ensino. Aliás, essa é a diferença entre o pedagogo e aquele formado em Letras – Português, por exemplo. Esse segundo profissional ficará responsável pelo ensino específico de Português, mas ambos são professores.

Quem tem graduação em pedagogia também pode trabalhar como orientador educacional na escola, seu trabalho é oferecer assistência aos estudantes com o uso de métodos psicológicos que auxiliam no aprendizado. O pedagogo trabalhará ao lado dos professores e dos diretores com o objetivo de melhorar a educação como um todo.

Além disso, outra função que vem ganhando destaque no mercado da área é a pedagogia empresarial. Nesse ponto, os profissionais criam projetos educacionais, sociais e culturais para as empresas. Apesar de os salários serem diferentes para cada região e cargo, o pedagogo empresarial tende a conquistar as melhores remunerações da profissão. Por isso, pode ser uma ótima alternativa para você mirar seus esforços já durante a graduação em pedagogia, procurando por estágios e trainees.

Mas antes de pensar no mercado de trabalho, é importante encontrar uma faculdade de pedagogia de qualidade que esteja alinhada com os seus objetivos profissionais. Com a correria diária e a divisão de trabalho com estudos, o ensino a distância tem ganhado grande destaque. Afinal, ele oferece o mesmo aprendizado de uma faculdade presencial, mas com a comodidade de você poder estudar do conforto da sua casa ou de onde preferir. Assim, fica mais fácil conciliar as atividades domésticas, o lazer com a família, o trabalho e os estudos.

O objetivo profissional é para onde você quer chegar profissionalmente, este marca o seu caminho em direção ao seu futuro profissional e pessoal. Estabelecer um objetivo te ajudar a encontrar a profissão que melhor se adapta aos seus interesses e aptidões, e, também, no planejamento de sua trajetória formativa e profissional, para poder alcançá-lo.
Para poder encontrar o seu objetivo profissional, primeiro de tudo, você deve fazer uma análise pessoal e do ambiente que te rodeia.

Atualmente existe uma grande variedade de profissões, e no futuro aparecerão novas, por isso é importante que você analise e você pesquise todas as oportunidades que existem, ou poderiam existir, e, assim, encontrar a profissão que melhor responda aos seus interesses e aptidões.

Abaixo, você pode encontrar os aspectos-chave que ajudarão você a construir o seu objetivo profissional:

Autoconhecimento

A definição do objetivo profissional começa com o autoconhecimento, ou seja, saber quais são suas:

Conhecimentos e habilidades

  • Habilidades transferíveis
  • Valores profissionais
  • Interesses profissionais
  • Características pessoais

Conhecê-los ajudará você a identificar quais trabalhos você pode fazer, que profissão você gosta e que competências profissionais deve melhorar.

Conhecimentos e habilidades

Os conhecimentos e habilidades que você possui os podes ter adquirido:

  • Através da experiência de trabalho.
  • Através dos estudos.
  • Através de experiências não formais.

Você deve se perguntar o que fazia, que era o que mais gostava de fazer e em que destacabas, tanto em trabalhos anteriores como, durante seus estudos. E depois pense em que lugar de trabalho seria possível aplicar essas competências adquiridas.

Também é importante ter em conta o que aprendeu, realizando atividades fora do trabalho ou dos estudos, pois um hobby pode se tornar uma profissão.

Uma vez que você conheça seus conhecimentos e habilidades, será mais fácil escolher as competências sobre as quais construir o seu objetivo profissional.

Habilidades transferíveis

As habilidades transferíveis são uma série de conhecimentos transversais, competências e habilidades que possam ser aplicados a diferentes empregos e empresas.

Alguns exemplos são:

  • Habilidades para a gestão Habilidades administrativas
  • Habilidades de comunicação e Habilidades sociais
  • Habilidades criativas Habilidades artísticas
  • Habilidades técnicas, Habilidades financeiras
  • Habilidades matemáticas Habilidades manuais
  • Imaginação espacial Capacidades científicas
  • Idiomas Conhecimentos TIC

Atualmente existem muitos trabalhos em que estas habilidades são muito importantes, e por isso mencionarlas em uma entrevista de emprego ou incorporá-las em seu currículo, que pode ser positivo.

Valores profissionais

Os valores profissionais são aqueles aspectos de um trabalho significativos para si mesmo, como a estabilidade no emprego, desempenhar funções criativas ou a flexibilidade de horário. Os valores profissionais evoluem constantemente, contribuem para o bem-estar pessoal e são muito subjetivos.

Abaixo você tem uma lista de valores que você pode ajudar-nos identificar quais são os teus:

  • Valores profissionais relacionados com a criatividade e o desenvolvimento profissional: prestígio, independência, responsabilidade, poder desenvolver novas ideias e teorias,…
    Valores profissionais relacionados com o trabalho e suas características: variedade, o trabalho de rotina, trabalho físico e trabalho intelectual, flexibilidade de horário, trabalhar em equipe, trabalhar de forma autônoma, cuidar das pessoas, cuidar de animais, reparar objetos,…
  • Valores profissionais relacionados com a empresa: remuneração econômica, reconhecimento do desempenho no trabalho, identificação com os valores da organização, …
  • Valores profissionais relacionados com o ambiente e a gestão no local de trabalho: bom ambiente, estabilidade no emprego, a empresa é grande ou pequena, boa direção, …

Interesses, atividades, hobbies

Os seus interesses são tudo aquilo que você gosta de fazer, independentemente de que se trate de uma atividade física, intelectual, criativa ou de outra natureza. Os interesses determinam as escolhas profissionais.

Os interesses, assim como os valores, é algo muito subjetivo. Alguns gostam de lidar com instrumentos ou máquinas, outros preferem atividades que impliquem ajudar os outros, haverá quem prefira dedicar-se a atividades artísticas e a quem gosta de trabalhar com dados e arquivos.

Quando você tem seus interesses identificados, será mais fácil definir o seu objetivo profissional.

concurso-pf

A Polícia Federal já solicitou junto ao Ministério da Economia a autorização para realizar um novo concurso público. Acredita-se que não haja tempo hábil para que as inscrições tenham início ainda esse ano, mas são muito grandes as chances de que já no começo de 2020 tenhamos a publicação do edital. O objetivo deste post é mostrar como fazer inscrição para o concurso da PF.

Claro, uma vez que ainda não existe um sinal verde para que o novo concurso PF aconteça, qualquer trâmite referente a inscrições não pode ser feito. Apenas após a divulgação do documento é que será possível conhecer as datas e quais serão os procedimentos a serem feitos por quem quiser participar.

Mas o padrão não deve fugir em relação ao que é feito nos grandes certames, ou seja, os interessados precisarão acessar o site da banca organizadora dentro do prazo de abertura e encerramento estabelecidos no cronograma, fazer o cadastro onde, entre outras coisas, precisará optar pelo cargo que irá concorrer, bem como em qual cidade prefere realizar a prova, na sequência deve pagar a taxa de inscrição e pronto, a participação estará garantida.

A Polícia Federal tem atualmente dois pedidos aguardando autorização. Um edital PF pode vir com oferta de vagas para o cargo de Agente Administrativo, que exigirá apenas nível médio completo, e também funções de nível superior, tais como, Médico, Psicólogo, Administrador, Arquivista, Assistente Social, Contador, Enfermeiro e Farmacêutico.

Quem for aprovado como Agente Administrativo PF poderá receber remuneração inicial de R$ 4.746,16. Já os contemplados com uma oportunidade em alguma das áreas que exige nível superior, terão direito a vencimentos mensais de R$ 7.841,95.

Já o segundo edital, se autorizado, contemplará 600 vagas de Agente da Polícia Federal, que pede graduação completa em qualquer área de formação e oferece salário inicial que ultrapassa os R$ 11,9 mil.

A melhor forma de estar sempre por dentro das notícias e novidades sobre o concurso PF 2020 é acessando com frequência um bom blog de notícias, desta forma, tão logo seja anunciado o período de inscrições, você saberá e poderá então assegurar sua participação.

Outro ponto de extrema importância, depois que você tiver sua inscrição confirmada, é fundamental contar com a ajuda do melhor curso para concurso PF. Curso esse que, primordialmente, deve ter alguns diferenciais.

Um deles, e talvez o maior, é ofertar apenas conteúdos que realmente serão cobrados na prova, assim você irá sempre direto ao ponto e não perderá tempo com assuntos desnecessários!

Seu curso online PF deve ser composto por videoaulas, pois elas, ao contrário das apostilas, são capazes de apresentar todo conteúdo que você precisa de forma rápida e efetiva, afinal de contas duram apenas 30 minutos. Além disso, elas estarão organizadas em formato de plano de estudos, ou seja, na ordem em que devem ser vistas. Basta seguir o cronograma e pronto, você estará automaticamente se preparando da maneira mais eficaz.

O seu curso online deve ainda disponibilizar uma completa plataforma de questões para que possa treinar. Sim, praticar resolvendo questões faz toda diferença entre uma ótima nota, e consequentemente sua aprovação, ou uma nota ruim e, infelizmente, a reprovação. Esse é o melhor modo de adquirir mais bagagem e sentir-se seguro para a prova.

Não espere as autorizações saírem para começar a se preparar. Quanto antes você iniciar, muito maiores serão suas chances, pois estará em larga vantagem em relação aos concorrentes.

Temos certeza que assim veremos seu nome na lista de aprovados e o seu sonho de tornar-se um servido público da Polícia Federal realizado.

gestão-de-facilities

A gestão de facilities é uma solução para empresas e condomínios que desejam otimizar seus serviços, reduzir custos e garantir uma boa operacionalização em diferentes ambientes.

Mas, afinal, o que é gestão de facilities, como funciona e quais são os benefícios que ela proporciona? A seguir, confira as respostas para essas dúvidas e saiba como os facilities services podem lhe auxiliar!

 

O que significa gestão de facilities?

Primeiro, é importante saber o que é facilities. Trata-se de serviços que são realizados via terceirização, visando à simplificação do trabalho e redução de custos ao contratante.

Normalmente, o termo facilities é empregado para a terceirização de atividades-meio, para dar suporte no bom andamento da empresa ou condomínio, assegurando que tudo transcorra bem.

Embora seja mais empregado para se referir a atividades de apoio, como limpeza, zeladoria e recepção, facilities também envolve o trabalho de suporte em setores administrativos.

E o que é a gestão de facilities, especificamente? Simples: é gerenciar / administrar esses serviços terceirizados, supervisionando e coordenando tudo o que é feito, para dar total apoio à operação e evitar paradas.

 

Vantagens da gestão de facilities

A gestão de facilities é uma solução de proporciona excelentes vantagens para a empresa ou condomínio, como as que são apontadas a seguir:

  • Possibilidade de manter o foco na atividade-fim da empresa, aumentando sua chance de crescimento e lucro;
  • Garantia do perfeito andamento das ações, com ambientes adequados e sem paradas;
  • Economia de tempo, recursos e dinheiro, podendo investir em melhorias e nos processos que geram resultados à empresa;
  • Redução de custos com encargos trabalhistas e com funcionários;
  • Maior qualidade do serviço, com menor chance de retrabalhos ou desperdícios.

 

Serviços mais comuns na gestão de facilities

Alguns serviços são mais comuns e terceirizados pela empresa de facilities. Entre eles, destaque para os de segurança, portaria, limpeza e conservação, recepção e manutenção predial.

exame-de-ordem

A cada ano, são realizadas três edições do Exame de Ordem, a terceira delas, normalmente é finalizada no ano seguinte. Para essas três edições acontecerem são realizadas seis provas, contando com primeira e segunda fase. Ou seja, você tem três chances de garantir a aprovação na prova OAB por ano. Mas, com um pouco de esforço, a carteira da Ordem dos Advogados do Brasil é conquistada já na primeira tentativa.

Se você está se programando para participar da próxima edição do Exame de Ordem, saiba que ele exige um estudo consciente. Afinal, a base de conhecimento do Direito você tem, já que passou no mínimo quatro anos em um curso de bacharelado. Agora, o que falta é aprofundar esse conhecimento e fazer uma preparação voltada para o que é cobrado na prova OAB. Para isso, além de contar com um curso OAB, é importante revolver questões de exames anteriores, assim, você já terá uma prévia de como será o grande dia.

Antes de iniciar sua preparação com um curso OAB é importante saber que esse é apenas um passo da sua carreira de sucesso. Há pessoas que se cobram muito e em razão dessa pressão não conseguem atingir um bom índice de acerto na prova OAB. Vale lembrar que na 1ª fase, a prova OAB é formada de 80 questões e que você precisa acertar no mínimo 50%, ou seja, precisa atingir 40 acertos.

Apesar da OAB exigir apenas metade das questões do exame, o nível de reprovados está aumentando muito a cada ano. Isso acontece, porque as pessoas acreditam que é possível estudar sozinho para o exame, ou ainda, acham que apenas o conteúdo da graduação já é o suficiente para ser aprovado. Infelizmente, não é bem assim, é preciso fazer um estudo mais direcionado para conquistar a aprovação no Exame de Ordem.

 

Preparação para o Exame de Ordem

O curso OAB online pode ser a melhor solução para quem precisa conciliar o trabalho com os estudos. Como não é preciso se deslocar até outro local para ter acesso às aulas, você já economiza minutos diários no trânsito e pode estudar por mais tempo. Outro ponto, é que você pode se preparar do conforto da sua casa e da forma que melhor se adequar a sua rotina. Você será o responsável pelos estudos e pelo seu sucesso.

Não importa em qual das edições do Exame de Ordem você vá participar, é importante testar seus conhecimentos e aprender com seus próprios erros e acertos. Isso acontece quando você tentar resolver a prova OAB de edições anteriores. Comece sempre pela última edição, assim você terá acesso ao conteúdo mais atualizados e ao nível atual de dificuldade do exame.

Além disso, o ideal é procurar por um curso OAB que conte com videoaulas. Essa é a forma mais dinâmica de adquirir e guardar o conhecimento. Afinal, você terá ao seu lado a experiência de um professor que vai simplificar a matéria em uma explicação curta e direta.

cortina-blecaute

A cortina blecaute é uma aliada da decoração do quarto bebê, contribuindo para tornar o ambiente mais bonito. No entanto, não é só isso: o acessório oferece outros benefícios especiais que fazem valer o investimento na peça. Saiba, aqui, quais são eles!

 

Benefícios da cortina blecaute ao quarto infantil

Mas, afinal, quais seriam os benefícios da cortina blackout para o quarto? Há três específicos que merecem ser destacados:

 

  • Corte do excesso de luz

A cortina para quarto infantil blecaute bloqueia o excesso de luz, tornando-a equilibrada no cômodo e mais agradável ao bebê, que passa a ter um sono tranquilo, ajudando no seu desenvolvimento.

Essa característica faz a diferença principalmente em dias mais claros do verão e em regiões onde há incidência solar mais forte. Em situações assim, a cortina é um item fundamental para o quarto.

 

  • Privacidade para a família

Cortina para quarto de bebê leve e transparente possibilita que qualquer pessoa veja o que acontece no cômodo, algo bastante comum quando se mora em apartamentos.

Como o material da cortina blecaute é mais grosso, dá para evitar isso e garantir mais privacidade para a família, principalmente à mãe e ao bebê no momento da amamentação.

 

  • Menos poeira e poluentes no quarto

A cortina blackout não corta somente a luz, ela também funciona como uma barreira de poeira e poluentes vindos da rua, colaborando para que o quarto seja mais salubre, com menor chance de prejudicar a saúde do bebê.

 

Dicas para comprar cortina blecaute

Pensando em investir em cortinas com blecaute para quarto de bebê? Uma dica infalível é comprar uma de qualidade, porque ela tem melhor acabamento e elevada durabilidade.

Além disso, garanta um modelo numa tonalidade clara, como o branco ou tons pastéis, que tem mais a ver com a decoração de quarto infantil e contribui para uma maior sensação de aconchego.

O governo brasileiro está relançando um de seus esquemas emblemáticos, o Programa Nacional de acesso à Educação Técnica e ao emprego (Pronatec). As novidades sobre o programa podem ser conferidas em pronatec.inf.br, uma vez que há até inseguranças sobre a continuidade ou não do acesso às vagas de inclusão de jovens no mercado de trabalho e em cursos técnicos.

O foco do Pronatec hoje

O Pronatec está focado em jovens brasileiros de baixa renda e tem desempenhado um papel importante na criação de competências de nível de entrada para preencher a lacuna de conhecimento existente no setor de TI.

Segundo o ministro da Educação (e ex-ministro da Ciência e Tecnologia) Aloizio Mercadante, a intenção é permitir que os participantes estudem os currículos técnicos ao mesmo tempo que o ensino médio.O programa até agora tem sido disponível apenas para estudantes que completaram a educação de adultos em uma data posterior, por isso a adoção tem sido menor do que o esperado.

Cerca de 26.000 escolas públicas em todo o país terão módulos do Programa disponíveis. Desde 2015, a Pronatec tem 1,3 milhões de estudantes inscritos.

Com o relançamento, a intenção é oferecer 2 milhões de lugares este ano, dos 5 milhões totais a serem disponibilizados para o período 2016-2019.

O objetivo inicial para o Pronatec – uma das pedras angulares da campanha da presidente Dilma Rousseff e um programa que sofreu cortes orçamentais significativos como resultado de importantes reduções recentes nos gastos do governo, era disponibilizar 12 milhões de vagas até 2018.

Programas destinado aos jovem aprendizes

Pronatec é um programa de qualificação gerido pelo Ministério da Educação. que tem diferentes modalidades. O trabalhador Pronatec, por exemplo, é um programa que qualifica as pessoas para que possam então ir para um procura de emprego bem sucedida.

A principal diferença com o aprendiz Pronatec é que ele qualifica jovens trabalhadores já Empregados. Assim contribui para melhorar a produtividade e garantir que o conhecimento é diretamente relevante para as necessidades de trabalho dessa pessoa.

O aprendiz Pronatec tem um enfoque específico, que é sobre as empresas não contributivas. Isto significa micro e pequenas empresas, que não pagam para o sistema S. Inclui também a administração pública, tanto na federal e nos níveis estadual e Municipal.
A

forma como o programa funciona é que permite ao governo federal intervir, financiando diretamente o lado acadêmico da formação a formação de aprendizes nas instituições de qualificação, o que reduz consideravelmente aos custos para as empresas. O que isto faz é permitir-nos expandir o profissional Programa de aprendizagem, tornando mais fácil para as pequenas empresas oferecer aprendizagens. Para eles isso significará uma maneira mais fácil de obter mão-de-obra qualificada e beneficiar de programas de formação que caso contrário, estavam fora do seu alcance.

prova-oab

Em meio ao turbilhão de ansiedade e expectativa diante de prestar a prova da OAB, uma grande dúvida pode surgir quando se imagina uma reprovação.

Existe um limite de vezes em que posso fazer a prova da OAB? A resposta para esta pergunta é simples e direta: NÃO.

Desta forma você pode se inscrever e participar do Exame de Ordem quantas vezes achar necessário, ou seja, até passar!

E para que você possa se acalmar e manter o foco nos estudos, já que o objetivo é passar de primeira, evitando qualquer número de tentativas possíveis, separamos abaixo algumas informações que serão úteis para você como candidato.

 

OAB em um ano

O Exame da OAB é realizado três vezes por ano. O primeiro edital geralmente é esperado para o mês de janeiro; o segundo em maio e o terceiro em agosto. Ou seja, é muita oportunidade para conquistar a tão sonhada carteirinha e inscrição no conselho regional.

Mas é claro que esta não é uma ordem de datas fixa, já que a organização das provas depende da disponibilidade do Conselho Federal da OAB, responsável pelo calendário dos exames.

 

Reaproveitamento da OAB

Outra grande oportunidade para os candidatos é a opção de reaproveitamento.

Também conhecido como repescagem da OAB, o reaproveitamento do Exame de Ordem foi criado para oferecer mais uma chance aos candidatos que foram aprovados na prova de 1ª fase, mas, infelizmente não obtiveram o total de pontos necessários na prova prático-profissional.

Desta forma, existe a possibilidade de o aluno utilizar a aprovação da 1ª fase, uma vez que a Ordem dos Advogados do Brasil permite que o candidato efetue mais uma tentativa de aprovação, realizando somente a prova de 2ª fase.

Podem ainda utilizar a opção de reaproveitamento os examinandos aprovados na 1ª fase e que estiveram ausentes ou foram eliminados na 2ª fase.

 

Edital complementar

O reaproveitamento da OAB é relativamente novo, e surgiu no XII Exame de Ordem Unificado, fazendo parte do Provimento número 156/2013, que apresentou diversas alterações com relação ao exame de ordem.

Publicado por meio de um edital complementar, o reaproveitamento é válido somente para a prova da OAB subsequente ao qual o candidato foi reprovado. Ou seja, se o candidato foi reprovado no XXIX Exame de Ordem, poderá utilizar o reaproveitamento somente no XXX Exame de Ordem.

Sendo assim, o candidato que deseja reaproveitar o resultado de aprovação na 1ª fase deve seguir todas as regras constantes no edital complementar, o que inclui efetuar uma nova inscrição e efetuar o pagamento de taxa que custa R$ 130.

 

Preparação para a prova de reaproveitamento/repescagem OAB

Com a aprovação da 1ª fase conquistada, é hora de focar seus estudos para a prova de 2ª fase.

Para que você se sinta ainda mais confiante e tenha uma preparação bastante específica e aprofundada, um preparatório OAB é a solução ideal.

Com a ajuda de professores qualificados e experientes neste tipo de exame, você terá o devido auxílio para estudar somente o que realmente importa para a realização da prova prático-profissional.

arrumar-mala-de-viagem

Arrumar a mala de viagem é uma tarefa difícil, afinal, há um limite de peso para ser cumprido, senão será necessário pagar pelo excesso de bagagem, o que não é barato.

Mas, como arrumar uma mala perfeita e evitar esse problema? Aqui, apresentamos dicas para atingir esses resultados. Confira e as coloque em prática!

Como arrumar a mala?

Há algumas dicas fáceis de serem colocadas em prática para arrumar a mala perfeita e leve para sua viagem. Veja quais são elas:

  • Considere a temperatura do local

Acompanhe a previsão do tempo do local com antecedência, para saber se leva somente roupas leves (para dias quentes) ou pesadas (para períodos frios). Assim, é possível reduzir consideravelmente os itens da mala a exatamente tudo o que será preciso e usado.

 

  • Baseie-se no tempo de viagem

Considerar o tempo de viagem ajuda a reduzir a quantidade de peças que vão na mala a somente esse período. Portanto, se for passar 7 dias no local, escolha roupas para esses dias, apenas.

 

  • Evite exageros

Edite sua mala o máximo possível, avaliando a possibilidade de repetir peças, como calças, shorts e sapatos, por exemplo. Para viagens longas, dá para levar poucas peças e lavá-las no local.

O que levar na mala de viagem e o que levar na bagagem de mão

Na mala de viagem é possível colocar itens de uso pessoal, como roupas, produtos de higiene, maquiagens, cosméticos, medicamentos, perfumes, bebidas alcoólicas e objetos cortantes.

Já na bagagem de mão recomenda-se levar documentos, itens de valor (dinheiro, máquina fotográfica, notebook, tablet e joias), livro, casaco, manta, medicamentos e quantidade limitada de bebida.

Qual peso da bagagem

O peso costuma variar entre companhias áreas e passagem comprada. Normalmente, para voos nacionais o peso é de 23 kg para mala despachada e 10 kg de bagagem de mão. Já para voos internacionais, é possível despachar duas malas de até 32 kg e levar uma mala de bordo também de até 10 kg.

inss

Integrando a lista das seleções federais mais aguardadas pelos concurseiros, o concurso INSS costuma oferecer uma boa quantidade de oportunidades e salários compatíveis com a função.

Ainda em 2019, a expectativa é de quem sejam autorizadas cerca de 7.888 vagas, de níveis Médio e Superior, entre as funções de Técnico e Analista, e com remunerações de até R$ 12 mil.

E se você pensa em se candidatar a uma vaga e já está torcendo pela publicação do edital, este texto é para você.

A partir de agora você vai entender um pouco mais sobre o concurso e os cargos que ele oferece.

Último concurso do INSS

Para que você possa ter uma ideia de como funciona, escolhemos o último concurso do INSS, que foi realizado em 2015/16 como orientação.

Na ocasião foram oferecidas 800 vagas para Técnico do Seguro Social, e 150 para Analista do Seguro Social, com remunerações de R$ 4.886,87 e R$ 7.496,09, respectivamente.

A seleção teve mais de 1 milhão de inscritos, sendo 1.043.815 concorrentes para o cargo de Técnico e 43.989 para Analista.

Por dentro dos cargos

Enquanto você aguarda pela publicação do edital, nada melhor do que já ir sonhando com as suas futuras funções…

Conheça agora as exigências para os cargos e suas atribuições.

A função de Analista do Seguro Social exige diploma de conclusão de curso em Serviço Social.

Entre as atribuições do aprovado neste cargo estão prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados pelo INSS nas Agências da Previdência Social – APS e aos seus servidores, aposentados e pensionistas; elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de Serviço Social e Reabilitação Profissional; supervisionar e homologar os programas profissionais realizados por terceiros ou instituições conveniadas; realizar avaliação social para fins de concessão de direitos previdenciários e benefícios assistenciais; promover estudos sociais e socioeconômicos, pesquisa e levantamento de informações visando à emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direitos previdenciários e benefícios assistenciais, bem como à decisão médico pericial;

Já para a função de Técnico do Seguro Social, a exigência é de certificado de conclusão de curso de ensino médio.

As atribuições para este cargo são realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica; coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres;

Preparação para o concurso INSS

A melhor maneira de se preparar é antecipando seus estudos!

Neste sentido, vale investir em um curso para concurso INSS e já ir dando aquela estudada básica.

Além do curso, você também pode complementar seus estudos resolvendo as questões de concursos anteriores. Esta prática vai te ajudar a ter mais calma e segurança na hora da prova.

Em resumo, para se candidatar a um concurso tão esperado e concorrido, é importante ter uma preparação completa.

Para isso, inicie seus estudos com antecedência e pratique muito com questões de provas anteriores.