Passo 1: escolha uma frase

Você pode criar uma senha mais segura começando com uma frase simples. Por exemplo, vamos usar uma citação de Ogden Nash: “Happiness is having a scratch for every itch”.

Se usarmos a primeira letra de cada palavra e substituir 4 por “for”, obtemos:

Hihas4ei

Passo 2: Adicionar caracteres especiais

Esta é uma senha razoavelmente forte, mas podemos melhorar um pouco adicionando alguns caracteres especiais:

#Hihas4ei:

Podemos usar nossa nova senha em vários sites diferentes, adicionando um prefixo ou sufixo com um link mnemônico para um site específico. Vamos usar a primeira letra e as duas próximas consoantes no nome do site.

Apenas para adicionar um pouco mais aleatoriedade, alternaremos maiúsculas e minúsculas, e se o primeiro caractere no nome do site for uma vogal, começaremos com maiúsculas. Para misturar um pouco mais, usaremos a mesma regra para decidir se adicionar o site mnemônico ao lado esquerdo ou ao lado direito.

#Hihas4ei:AmZ Para Amazon
fCb#Hihas4ei: para Facebook
#Hihas4ei:YtB para o YouTube
dRm#Hihas4ei: para Drumbeat

Esta é apenas uma regra possível para escolher o prefixo ou sufixo que você usa para personalizar sua senha para cada site. Inverter a ordem das letras no sufixo, usando apenas vogais, apenas consoantes, ou adicionar alguns outros personagens que vêm à mente quando você pensa sobre o site são todas as abordagens possíveis que irão melhorar a segurança.

Embora esta técnica nos permita reutilizar a parte gerada por frase da senha em vários sites diferentes, ainda seria uma má ideia usá-la em um site como uma conta bancária que contenha informações de alto valor. Sites como esse merecem sua própria frase de seleção de senha.

O melhor a fazer é criar um critério que só você saiba qual. Evite repetir senhas e também nunca as compartilhe com ninguém. Quanto mais caracteres especiais, mistura de números, letras maiúscula e minúscula, mais difícil é de ser descoberta.

Dá para entrar no Hotmail

A maioria das pessoas se pergunta se ainda Dá para entrar no Hotmail. Isso porque há alguns anos a empresa se juntou com a Outlook, porém é possível acessar pelo mesmo local e-mails terminados em: @live.com, @live.com.br, @outlook.com @outlook.com.br, @hotmail.com, @hotmail.com.br.

Isso porque ambas as plataformas se uniram. A primeira a surgir foi o Hotmail. Foi inventada por um indiano há alguns anos atrás. Foi o primeiro webmail que conhecemos da forma que são hoje. Ele também foi o primeiro serviço gratuito de troca de mensagens desse tipo.

Dá para entrar no Hotmail

Antes era muito complicado ter uma conta, além de ser um serviço pago. O sucesso da invenção foi quase que instantâneo. Milhões de pessoas se inscreveram quase que instantaneamente na rede, indicaram para seus amigos, que também se inscreveram e indicaram para outros.

Em pouco tempo o Hotmail já contava com milhões de usuários. Então foi inventado o serviço de troca de mensagens instantâneas – o famoso MSN, que marcou a vida de muita gente e deixou saudades.

Com o sucesso da rede de e-mails, a Microsoft se interessou e comprou a empresa por 400 milhões de dólares, após já ter feito muitas outras ofertas anteriormente. Por anos a Microsoft manteve no ar seus ambos e-mails – Outlook e Hotmail.

Recentemente, poucos anos atrás ela decidiu que era inútil manter duas plataformas, enquanto poderia juntar ambas em uma só. Então foi isso que fizeram. Juntaram todas as funcionalidades,  melhor de cada um. Melhoraram o layout, design e ferramentas, oferecendo um serviço único para ambos.

O jazido messenger ( ou MSN, se preferir ), também não sumiu do mapa. Ele foi transformado no outro serviço da Microsoft – o famoso Skype. O serviço é bastante completo e as funcionalidades são até que bem parecidas com as que existiam no MSN. É claro que é muito nostálgico achar prints entre outros por aí. Mas com certeza ambos melhoraram muito com o passar dos anos, porém suas versões antigas deixam saudades para todos que usufruíram deles.